16/10/2017

Marítimo,12 - 1º Maio,0

Nova vitória "gorda", o que evidencia a necessidade de encontrar internamente momentos mais exigentes para preparar embates futuros mais complicados. Chegar a esses momentos apenas com este tipo de jogos como preparação será muito mau.
Doze golos de Henrique Araújo (4), Simão (3), Ferreira (2), Costa, Francisco França e um auto-golo. Para além disso, ficou no olho o remate ao poste de Henrique Araújo (aos 4 minutos, no resumo).

09/10/2017

Canicense,0 - Marítimo,8

Arranque da época 2017/2018, com um mês e meio de atraso em relação ao resto do País. Consequências da dimensão e isolamento da Região.
Uma vitória mais fácil do que seria de esperar, contra uma equipa que é usualmente aguerrida e que costuma levantar problemas ao adversário.
Marcaram Simão, Henrique Araújo (2), Gonçalo Luis (gp), João Pedro, Ferreira e Afonso. Um auto-golo perfez o total de oito golos verde-rubros. 

26/02/2017

Nacional, 1 - Marítimo, 1 Sub 17

E, mais uma vez, o Campeonato foi decidido pelos pormenores do "apito". 
Neste ou no outro, dos dois jogos em questão. 

É uma evidência: quando o Nacional é bem melhor, ganha naturalmente. Quando não é ou o caso está equilibrado, logo aparece um trio ou terceiro elemento que decide.

E ganha, novamente, o Nacional. 

19/02/2017

Marítimo,3 - C.Lobos,0 Sub 17

Com três golos de Dinis, a partida ficou resolvida muito cedo (a meio da 1ª parte). A partir daí a equipa - mesmo que inconscientemente - fez a gestão. Na segunda parte o C. Lobos ainda mandou uma bomba à barra. 

[Resumo]

No próximo Domingo, na Choupana, tudo se decide. O Marítimo precisará de ganhar.

13/02/2017

Marítimo, 5 - Juventude AC, 0 Sub 17

Prossegue normalmente a 2ª volta deste 2ª fase nos Sub-17, com uma vitória por 5-0 (3-0 ao intervalo) sobre a equipa salesiana. Até ao jogo decisivo, na Choupana, no dia 26, joga-se o Marítimo-C.Lobos (19 de fevereiro). Golos de Bráulio, Dinis (2), Sá Pinto, Rodrigo Andrade.


Nos Sub-15 vitória sobre o União, em Santo António, por 4-0. O Nacional, ao vencer por 2-0 o Juventude, pode ser campeão na próxima e penúltima jornada tornando o jogo final, em Santo António uma mera formalidade.

06/02/2017

1º Maio,1 - Marítimo,4 Sub 17

Vitória natural, sem grandes problemas, frente a uma equipa que tem dado boa conta de si no presente campeonato. Três golos de Dinis e um de Simão tornaram o jogo simples. Juventude e C.Lobos seguem-se, antes da "final" esperada, na Choupana. Se tudo correr normalmente, será aí que o campeonato se decidirá. O empate dá o título ao Nacional mas o Marítimo é mais forte e é aí que o terá de demonstrar.

29/01/2017

Marítimo,8 - Machico,0 Sub 17

Vitória folgada do Marítimo Sub 17 que, desta forma anulou a vantagem do Nacional no goal-average. Mais tarde, é o próprio Nacional que, empatando com o C.Lobos desperdiça dois dos três pontos conquistados aos verde-rubros na semana passada. Desta forma, fica um pouco mais curta a vantagem do Nacional. Apenas 1 ponto.

Nos Sub 15, também em C. Lobos, um empate a zero entre o Marítimo e os locais. Desta forma, o Nacional poderá ser campeão já na penúltima jornada, desde que vença os próximos jogos.

22/01/2017

Marítimo,0 - Nacional,1 Sub17

Primeiro dos dois jogos decisivos, saiu de feição ao Nacional. Num jogo de futebol directo, o Marítimo não marcou (mais à frente veremos que até o fez) e o Nacional sim. Agora, com vantagem do Nacional, espera-se que tudo se decida na Choupana, no final de Fevereiro.

Não houve grandes oportunidades de golo, mas o guardião nacionalista teve bastante mais trabalho.

[Resumo]  [Jogo]

Já no final do jogo (foram muitíssimas as paragens de jogo por lesões dos jogadores forasteiros, depois do seu golo) o árbitro anulou um golo ao Marítimo. No mínimo discutível...

Mas há mais: dois penaltis claros, não assinalados. Um sobre Henrique Araújo, que cabeceia com o braço de um jogador do Nacional no ombro e outro sobre Mauro que rentabiliza, em velocidade, uma prévia conquista de bola, em altura, do primeiro e é completamente abalroado dentro da área pelo guarda-redes.

[Casos do jogo]
O livre é indirecto e a indicação do árbitro nesse sentido, é clara. E a bola entra na baliza. A questão é: o árbitro viu, com toda a certeza do Mundo, que ninguém lhe toca?
Não é possível. Pelo que nunca poderia anular o tento... Afinal, em caso de dúvida, prevalece, sempre, o interesse da equipa que ataca. E não o interesse do Nacional como deve julgar este árbitro (nota: é o mesmo da super-taça de iniciados...).

A verdade é que Bráulio terá mesmo tocado na bola, com o seu carrapito característico. Bem como o guarda-redes do Nacional, antes da bola entrar na totalidade, ao se estirar para a defesa.

Alegam alguns uma pretensa falta de Bráulio. Não existe. Bráulio ganha a posição sem qualquer apoio. Apoio que acontece, sim, mas já na fase descendente, sem interferência no lance.


15/01/2017

C.Lobos,1 - Marítimo,2 Sub17

Um resultado curto, que permite ao Nacional mais alguns golos de vantagem no goal-average. Um golo de Bráulio no fim da 1ª parte foi seguido, já na segunda parte pelo segundo, de Mauro. A 8 minutos do fim, um penalti que nos parece inexistente (o auxiliar, bem melhor colocado nada assinada) criou alguma pressão para os minutos finais.

08/01/2017

Juventude,0 - Marítimo,4 Sub17

Nos Sub17, uma vitória por 4-0 no Adelino Rodrigues não manteve a vantagem de goal-average sobre o adversário (CDN que venceu em Machico por 8-1).

Nos Sub15, uma derrota expressiva na Choupana por 6-1 quase eliminou as possibilidades verde-rubras em ser campeão. Este é um torneio a dois jogos e este jogo dificilmente terá reviravolta em Santo António. Um resultado que revela a superioridade alvi-negra que é evidente e conhecida neste escalão mas que só se justifica num jogo em que correu tudo bem a uns e tudo mal a outros.

[Resumo]   [Jogo]

Aos 16 minutos, já estava 3-0, resultado ainda ampliado até ao intervalo. Na 2ª parte o Marítimo ainda tentou minimizar diferenças (para reentrar na disputa do título). Marcou o seu golo, esteve perto do segundo mas não conseguiu, acabando por ser o Nacional a sentenciar o jogo e, muito provavelmente, o campeonato com mais dois golos. O árbitro esteve bem, não tendo sido um canto ou uma falta mal marcada que terá determinado o resultado do jogo.

28/12/2016

Vende-se ADIDAS X 16.1 SOFT GROUND

TAMANHO 44 2/3 (UK 10), com pitões amovíveis (alumínio e borracha)
Absolutamente NOVAS

94,99 Euros


Contactar Henrique Araújo (a quem estas chuteiras não servem) ou ligar para 965010097

22/12/2016

Marítimo,2 - 1º de Maio,0 (Sub17)

Uma vitória que exigiu muita paciência, antes do Natal. Com 1-0 ao intervalo (Domingão, aos 40 minutos), o 1º de Maio cumpriu sempre o seu papel e conteve o resultado até quase até ao fim do jogo quando, a 10 minutos do fim, João Pereira sentenciou o encontro com o segundo golo. Teixeira esteve sempre bem na baliza do 1º de Maio, impedindo o Marítimo de chegar a outro resultado, mais substancial.
Os verde-rubros realizaram um jogo mediano, com boa troca de bola que, no entanto, esbarrou sempre com a aglomerada e bem arrumada defensiva dos visitantes.


19/12/2016

Machico,1-Marítimo,7 (Sub17)

Primeiro jogo da segunda fase, de apuramento do Campeão, com uma vitória robusta. Com 1-4 ao intervalo, a equipa da casa apenas criou a jogada em que marcou. Golos de Luís, Décio, Afonso, Mauro (2), Pereira e Duarte.

12/12/2016

Fim da 1ª fase nos Sub17

Com uma vitória em C.Lobos por 2-0 (Sérgio Gomes e Rodrigo Andrade), o Marítimo Sub17 termina a 1ª fase com o pleno de pontos. A segunda fase, de apuramento de Campeão inicia-se já no Domingo, com jogo em Machico.

O 2º golo do CSM, primeiro de cinco de Henrique Araújo
Nos Sub15, já na fase de apuramento de Campeão, uma vitória na Camacha, frente ao União, por 7-0. Marcaram: João Pedro Barros, Henrique Araújo (5) e João Guilherme.

[Resumo]

06/12/2016

Duas vitórias

Sub17 Marítimo,3 - Pontassolense,0

Sub15 Marítimo,8 - Andorinha,0

Golos de Gonçalo Araújo, João Pedro Barros, Guilherme, Carlos, Gonçalo Luís e Henrique Araújo (3).